Os portes de envio grátis na loja online, são só para Portugal continental.
QUAL O IMPACTO DA PANDEMIA NO SONO?

QUAL O IMPACTO DA PANDEMIA NO SONO?

Escrito em 26 de mai. de 2021

Qual o impacto da pandemia no sono?

O mundo estremeceu no início de 2020, quando houve os primeiros casos de infeção do vírus SARS-CoV-2. Ninguém adivinharia a mudança que iria acontecer, os desafios que teríamos de enfrentar e os estilos de vida e rotinas que teríamos de adaptar.

Quem imaginaria que um simples abraço iria ser algo impossível de fazer para o bem de todos?

A covid-19 veio afetar a vida de toda a humanidade, criando um grande impacto na economia, na sociedade e no sono.

Se por um lado o teletrabalho fez com que as pessoas tivessem um horário mais estável para acordar, por outro lado a ansiedade, a preocupação e o medo do desconhecido provocou insónias em alguns portugueses, prejudicando assim a qualidade de sono.

É durante o primeiro confinamento do ano passado que surge o termo “coronasommia” designado pela população como a insónia derivada pela covid-19.

Importância do sono face à Covid-19
Dormir bem fora do contexto pandémico já era um comportamento fundamental e imprescindível para o bom funcionamento físico, mental e intelectual do ser humano. Em contexto pandémico, o “dormir bem” assume um papel ainda mais preponderante para a sua saúde e bem-estar. Ao dormir bem está a melhorar a sua imunidade, a restaurar a energia do cérebro, a melhorar o seu humor, a reduzir a ansiedade e o risco de doenças cardiovasculares, basicamente está a melhorar a sua vida.

As boas noites de sono garantem uma melhor aceitação em relação a todas as incertezas que vivemos acerca do futuro e até mesmo do presente e a todas as preocupações diárias.

Porque é que a pandemia prejudicou o sono?

A pandemia prejudicou o sono por vários motivos, como por exemplo: não sair de casa para trabalhar, não conviver com a família nem com amigos, menos exposição solar, maior ansiedade e preocupação em relação ao futuro, aumento do nível de stress e tensão familiar, visto que, os pais passaram de conciliar o teletrabalho, com as lidas de casa e com a aulas online dos filhos.

4 Coisas que podem prejudicar o seu sono na pandemia

1. Não ande de pijama o dia todo. Vista algo confortável durante o dia, mas não ande de pijama, apenas vista essa indumentária quando for dormir.

 

2. Não passe o seu dia à procura de notícias sobre covid-19, abstraía-se com outros temas.

 

3. Não passe o dia com as janelas fechadas e em frente ao telemóvel ou televisão. Abra as persianas e deixe a luz natural entrar na sua casa.

 

4. Não force o sono. Se estiver com dificuldades em adormecer, levante-se e faça algo que goste e quando estiver mais tranquilo volte para a cama.

Agora que sabe qual o impacto da pandemia no sono, a importância do sono face ao covid-19, quais os conselhos para ter boas noites de sono durante a pandemia e o que pode prejudicar o seu sono, veja outros artigos para o ajudar a melhor a qualidade do seu sono.

9 Conselhos para um sono de qualidade durante a pandemia
Para reduzir o impacto da pandemia no sono siga estes conselhos:

1. Acorde e deite-se sempre à mesma hora, desta forma vai regular o seu relógio biológico.

 

2. Promova um ambiente propício ao sono, ou seja, escuro e silencioso.

 

3. Não beba bebidas com cafeína, nomeadamente refrigerantes, café nem chá preto.

 

4. Faça exercício físico de manhã.

 

5. Procure apanhar sol durante o dia e areje a sua casa.

 

6. Distancie-se dos aparelhos eletrónicos.

 

7. Caso faça sestas não exceda os 20 minutos.

 

8. Faça meditação ou outro tipo de técnica de relaxamento antes de dormir.

 

9. Mantenha as relações com os seus amigos e família mesmo à distância.

 

10. Tentar manter as suas rotinas diárias.

 

5 Melhores chás para dormir

A verdade sobre a importância do sono

Como acabar com as insónias

5 Dicas para ter uma boa noite de sono

Como preparar o quarto para uma boa noite de sono

Melhores óleos essenciais para dormir

 

Lembre-se que não está sozinho e que grande parte das pessoas estão a passar pela mesma situação.

×